Vacinas, o que vocês precisam saber...

04/05/2016 21:22

Há alguns dias atrás uma amiga fez um post sobre a vacinação da filha dela no facebook, achei interessante, mas não um problema sem solução. Mas essa semana, e precisamente hoje descobri que esta mesma vacina referida no post da minha amiga tem sim um problema super importante e que precisa ser esclarecido de uma vez por todas para todas as mamães de primeira viagem ou não.

Hoje você pode optar em vacinar seu filho nos postos de vacinação pela rede pública de saúde ou em clinicas particulares que oferecem vacinas com uma tecnologia melhorada e que prometem menos reação nos nossos amados filhos (óbvio que tudo tem um preço, e você pagará por ele).

Desde a primeira vacina até hoje o Lorenzo sempre tomou na rede pública, teve algumas reações? Sim, no entanto, todas previsiveis e nenhuma complicação gravissíma, graças a Deus!!! Aliás, até elogiei esse setor da saúde pública pela sua capacitação e funcionalidade para atender a população... até segunda-feira passada :( !!! 

O Lorenzo completou 1 ano e 3 meses e além da vacina da gripe, precisava das vacinas regulares: DTP, Quadriple Viral e Reforço da Poliomelite, sendo que essas duas ultimas estão em falta na rede pública. Ai que começa a falta de informação:

A enfermeira me informou que a QUADRIPLE VIRAL e POLIOMELITE estavam em falta, que ele tomaria apenas a DTP e a da Gripe, eu disse que tudo bem e perguntei se nas clinicas particulares eu encontraria essas vacinas? Ela simplesmente me respondeu que sim.

Eis que chego na clinica hoje, e óbvio sou muito bem atendida. Pergunto sobre as vacinas pra recepcionista, ela me informa que a quadriple viral na rede particuar tambem esta em falta, mas que o Lorenzo poderia tomar a triplece viral + varicela separado, seria a mesma coisa, porém seriam duas picadas. Até ai tudo bem, sem problemas. Mas quando pergunto sobre a POLIOMELITE...

ATENÇÃO: 

POLIOMELITE ISOLADA SÓ É OFERECIDA NA REDE PÚBLICA. As clinicas particulares só possuem uma vacina conjugada da pentaviral com a poliomelite inativada. Ahhh, ai você me pergunta tudo bem e qual o problema? O problema é que a pentaviral tem basicamente os mesmos virus da DTP que o Lorenzo ja tinha tomado + Poliomelite, então ele não pode mais tomar, e agora tem que esperar chegar nas redes públicas sabe Deus quando.

A minha sorte que o Lorenzo vai tomar apenas o reforço, então, a medica da clinica me tranquilizou quanto a isso e não estou me descabelando. Mas vale a pena alertar as mamães com bêbes que ainda vão tomar a primeira dose, segunda ou terceira. Normalmente a vacina contra paralisia infantil é dada no mesmo dia da pentavalente ou da DTP, entã já sabem que não podem dar essas vacinas no postinho e depois querer ir na particular dar a de Polio que não vão conseguir. Tem que ser tudo junto no particular.

O país está em crise, e a tendência é que tenhamos falta de outras vacinas na rede pública, como sabem minha familia está aumentando, e hoje aprendi a lição: sempre perguntar pra enfermeira se tem todas as vacinas antes das picadinhas e aí optar se é melhor tomar alguma no postinho ou ir direto em uma clinica particular.

 

Curiosidade: A Poliomelite é uma doença infecciosa viral aguda transmitida de pessoa para pessoa, principalmente pela via fecal-oral. 

Embora aproximadamente 90% das infecções por pólio não causem sintomas (são assintomáticas), os indivíduos afetados podem exibir uma variedade de sintomas se o vírus atingir a corrente sanguínea. Em cerca de 1% dos casos, o vírus alcança o sistema nervoso central, preferencialmente infectando e destruindo neurônios motores, levando à fraqueza muscular e à paralisia flácida aguda. Diferentes tipos de paralisia podem ocorrer, dependendo dos nervos envolvidos. A pólio espinhal é a forma mais comum, caracterizada por paralisia assimétrica que, com frequência, afeta as pernas. A pólio bulbar cursa com fraqueza dos músculos inervados pelos nervos cranianos. A pólio bulboespinhal é uma combinação das paralisias bulbar e espinhal.

O poliovírus pode ser transmitido por meio de água e alimentos contaminados ou pelo contato direto com uma pessoa infectada. A doença é tão contagiosa que pode ser pega no ar, principalmente por pessoas que convivem com portadores do vírus. Quem tem poliomielite pode transmitir a doença semanas após a infecção. (Fonte: Wikipédia)

 

Espero ter ajudado vocês mamães, compartilhem a informação com todas as suas amigas, pois na rede pública eles não vão saber te explicar sobre essa diferença!!! ;)


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!