Nenhuma Gravidez é igual a outra...

27/04/2016 10:38

Então tá, você fica grávida uma vez, e pensa que na segunda vai tirar tudo de letra... uhummmm vai sonhando!!!

Pra começar meu cansaço é o triplo de quando eu estava grávida do Lorenzo, minha rotina sempre foi meio maluca, sempre trabalhei bastante e treinei em todos os horários disponiveis durante o dia, meus finais de semana sempre tinham algum tipo de evento, competição ou trabalho. Mas, apesar de eu ter diminuído consideravelmente a minha jornada profissional, eu aumentei para full time a profissão de mãe!!! :O Oh my god!!!

Isso mesmo, a cada dia você percebe que seu filho precisa de mais e mais de você, além disso manter a casa em ordem, fazer comida diariamente, reservar um tempinho pra brincadeiras, pediatra, trabalhar fora de casa nas horas vagas, tentar encaixar alguns minutos do treino em alguma fase do dia e tentar dormir pelo menos umas 6 horas por dia. É realmente uma rotina muito mais MALUCA que ao período Antes do Lorenzo (AL).

Agora nesta gestação está tudo diferente, por incrivel que pareça, você pode estar pensando que estou ficando quase careca (afinal meus cabelos cairam horrores quando engravidei do Lorenzo), mas não. Meu cabelo caiu sim, mas durante as 6 ou 7 primeiras semanas, mas a queda diminuiu consideravelmente, assim como a descamação das unhas, não enjoei tanto das comidas e também não vomitei nenhuma vez!!!

Em contra-partida não está tão fácil como parece, fiquei mareada (me sentindo em alto mar, daqueles bem agitados) quase todos os dias até umas 15 semanas, meu bruxismo piorou muito (não sei se pode estar relacionado a gestação) e com isso tive muitos dias seguidos de uma dor de cabeça insuportável, minha pele esta horrível com muitos cravos e espinhas, agora a pior parte, são algumas dores musculares na região do transverso do abdomen, virilha e adutores e abdutores do quadril somente do lado direito que me enchem o saco na hora de fazer qualquer movimento que envolva-os (inclusive treinar), cansaço eterno na região da lombar...

Isso realmente me faz refletir, que uma gestação modifica o corpo todo de forma tão "agressiva" que um ano pós parto não é suficiente para recuperar todas as estruturas envolvidas, principalmente os músculos do nosso tão amado CORE (abdomen, lombar, quadril). Que aliás diga-se de passagem os mais importantes para os movimentos funcionais!!!

Mas, vamos seguir treinando, as minhas cargas já estão sendo adaptadas durante o treino, e dessa vez tenho um único objetivo, que é tentar perder o minímo de potência possível até o final da gestação. Isso por que, quando retornei aos treinos percebi que tinha perdido essa capacidade totalmente, fora que a força no core estava prejudicada ao extremo. Sei que não será uma tarefa fácil, afinal o quadril é o principal envolvido de ambos os lados (ele esta sendo preparado para o parto, e também é ele quem gera a potência!!!). 

3,2,1 Go!!!

Vou contando tudinho pra vocês!!!


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!