Meu mundo Azul e Rosa

10/10/2016 18:59

Nossa se eu contar que já comecei a escrever esse texto umas 5 vezes, foras as que já pensei em começar, não está escrito. Mas vamos lá, acho que agora sai!!!

Bem pra quem acompanha meu instagram @mamaecrossfiteira ou meu Snap: Vivian Sakamoto, está por dentro da minha vida louca de mãe e crossfiteira, mas para aquelas que estava acostumada a ver todas as dicas aqui, devem ter sentido uma falta danada. Então vou contar tudinho pra vocês!!!

A tão esperada gestação veio, e o melhor de tudo conforme o planejado, passar boa parte dela no inverno pro bebê nascer na primavera. O que não foi nada planejado é que uma gestação não tem nada haver com a outra!!! :O

Gente, fala sério, passei um calor descomunal na gestação do Lorenzo o que acabou prejudicando um pouco meus treinos durante a gestação, dai pensei ahhh agora vai que vai!!! Os 3 primeiros meses foram excelentes, não tive um enjoo, não vomitei e não tive problemas com nenhum alimento; diferente da do Lorenzo né gente? Em compensação, depois destes meses e por todos subsequentes comecei a sentir muitas dores articulares e no quadril que travavam por completo a minha perna. e essas dores eram ainda piores nos dias mais frios. Advinhem só? Treinei muito menos nessa gestação do que na outra. :(

Deu pra contar meus dias de treino, sério, foi terrível. Agora já sei que pior que o calor, é sentir dor articular e que trava suas pernas!!! Sem comentários.

Foram 37 semanas e 6 dias, 15 Kg mais gorda (3 a mais do que na gestação do Lorenzo), e um parto totalmente diferente, se o do Lorenzo foi tranquilo, pela manhã, consegui me arrumar, e quando comecei a sentir uma dor um pouco mais forte das contrações já pedi anestesia e um anjo apareceu na minha vida, tudo por causa de uma bolsa que esturou. O da Kauany foi totalmente tumultuado, comecei a sentir um desconforto lombar na segunda a noite, já sentia que ela naceria na madrugada, deixei tudo arrumado, avisei o Homero, jantei (diga-se de passagem bem jantado), tomei banho, já "dormi" trocada e maquiada (a gente nunca sabe né?) e avisei meu médico. Parecia tudo sob controle.

As dores começaram a ficar mais intensas e com um intervalo de 10 min, ligamos para o médico, era 2 da madrugada, pediu pra monitorar por mais meia hora. Eu resolvi esperar mais um pouco, afinal, odeio acordar os outros na madrugada. As 3 da manhã já estava respirando mais concentrada quando as dores vinham, e ointervalo diminuiu pra 7-8 minutos. Não teve jeito, ligamos para o médico de novo e depois pra minha mãe vir ficar com o Lorenzo.

Até ai tudo tranquilo, colocamos tudo no carro, minha mãe chegou, começou a chover (ninguém merece), entrei no carro com uma toalha que usei pra me proteger da chuva, e como num passe de mágica as minhas contrações diminuiram pra um intervalo de 0 minutos. Isso mesmo, começou a vir uma atras da outra, e outra e todas muito fortes que eu já não podia mais respirar. Só me restava gritar e gritar e grunir e rezar, rezar pra minha filha não nascer no carro. Acho que nunca, nunca gritei tanto. Meu marido coitado, ainda tinha que prestar atenção na estrada e com chuva, afinal, estavamos à 30 minutos do hospital (mas chegamos em 20).

Chegamos, entramos pela enfermaria, duas enfermeiras me ajudaram a sair do carro e eu só pedia por uma anestesia pelo amor de Deus!!! Uma me levou pra sala do médico e a outra foi chamar o médico, nesse meio tempo as contrações seguiam e eu continuava gritando!!! O médico chegou pra me avaliar, e se não bastasse toda aquela dor ele foi super grosso (ainda bem que meu médico estava a caminho). Nove de diatação, vai  nascer, pode internar!!!

- Alguém, uma anestesia, por favor!!!

As enfermeiras pilotaram a maca em velocidade maxima pelos corredores do hospital e me falavam pra não fazer força e fechavam minhas pernas! kkkkkk

Chegamos na sala de parto: - Alguém chama o anestesista!!!

Sua bolsa ainda não estourou, seu médico esta chegando, não faz força.. poft, tarde demais. A bolsa estourou...E graças a Deus meu médico chegou e o anestesista também!!! E foi só o tempo de tomar a anestesia e deitar de novo na maca pra Kauany nascer, dia 06 de setembro, às 4:23, com 47cm e pesando 2,995 kg, super saudável!!!

Meu mundo agora é azul e rosa, e nossa familia completamente feliz!!!

E agora, a mamãe crossfiteira aqui já pode começar a pensar em retomar os treinos!!!

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!